Todos temos um Berlusconi em nós ou projetado no outro

Aparentemente, pode-se dizer que o sujeito possui um nome e uma qualificação que, socialmente, podem indicar um lugar. Assim, alguém pode ser chamado de “Paulo” e exercer a função de juiz. Neste lugar, ele não chegou nem se sustenta sozinho, enfim, não existe um “Paulo” essencial. Ele foi constru… Leia tudo…

Fechar Menu

Fique por dentro!

Receba nossas novidades direto no seu email!
QUERO RECEBER!
Fechar
Fique por dentro!